Sobre transtorno mental e o meu sumiço…

Estou com uma sensação que não apareço aqui há meses, quando na verdade fazem apenas algumas semanas. Mas como aconteceram alguns coisinhas na minha vida ultimamente, resolvi fazer esse post para contar um pouco como tem sido a vida off line…

Você deve ter percebido que eu passei por uma fase super animada e inspiradora, escrevi muitos posts pro blog, gravei vídeos pro canal, mantive as redes sociais bem ativas e de repente, sumi.

Pois bem, já faz um tempo que é assim que vou levando a vida, passando por uma fase que estou ligada no 220 e infelizmente, ficando “fora da tomada” depois.

Contei em um vídeo de Maquia e Fala no canal sobre a minha ansiedade, apesar de já ter tocado no assunto algumas vezes no snapchat há muito tempo atrás, só agora comecei a perceber o quanto isso tem afetado a minha vida e finalmente, comecei a tratar ela como uma doença, pois de fato é.

No twitter, compartilhei a decisão de buscar ajuda médica e recebi muito apoio de volta, o que me encheu de esperança. Isso foi em janeiro desse ano e, desde então, tenho vivido uma batalha por dia.

Em algumas consultas com o psiquiatra, estamos na descobertas de novas fobias e transtornos mentais. Leve muito tempo para um diagnóstico preciso, por isso estamos trabalhando com muito cuidado e paciência.

Antes de tomar qualquer decisão, fiz algumas sessões de terapia que infelizmente, fizeram eu dar alguns passos para trás. Um bom profissional para ajudar nesses momentos é fundamental! Apesar do que aconteceu, sei como essas sessões são importantes para minha melhora e por isso, ainda estou em busca de um psicólogo que eu consiga me identificar.

Nesse meio tempo, as coisas foram ficando mais difíceis por aqui até que finalmente, meu psiquiatra decidiu que era hora de começar o tratamento com medicamento.

Estou me medicando há 12 dias agora e meu Deus, eu tive muitos efeitos colaterais! Por isso fiquei duas semanas off line pois estava sem condições de fazer qualquer tipo de trabalho ou atividade e preferi me afastar um pouco.

Enfim, não irei me aprofundar muito sobre o assunto, ainda não me sinto 100% confortável para falar sobre isso com muitos detalhes, na verdade, não sei nem se vou ter coragem de apertar o botão “publicar” nesse post. Mas quando isso acontecer, pode ter certeza que contarei minha experiência em todo esse processo já que sinto que posso ajudar outras pessoas também.

Obrigada pelo carinho de sempre, é muito bom sentir tanto amor vindo de todos os lados ?

xoxo

17 thoughts on “Sobre transtorno mental e o meu sumiço…

  • Sua linda, take your time! Cuidar de você é sempre o mais importante.
    E sim, encontrar um bom psiquiatra e um psicólogo que realmente olhem pra você, que querem trabalhar juntos é o melhor caminho. E talvez o mais difícil, infelizmente.
    E junto com isso procure terapias alternativas, elas vão te ajudar ainda mais! Pratique meditação, veja um pouco de terapias naturais, terapia ayurveda que vai olhar até sua alimentação, já que é bem restrita e isso pode mudar tudo em você.
    Se cuida bastante.
    Beijos <3 <3 <3

    Responder

  • Oi Jess! Fico feliz que você tenha percebido que não estava bem e procurou ajuda… Só quem tem algum transtorno sabe o quanto esse passo é difícil.
    Estou aqui torcendo por você, ok?!
    Bjos!

    Responder

  • Jess te entendo bem ! Em março desse ano fez 1 ano que vivi momentos dificeis com crise de ansiedade. Precisei de ir ao psiquiatra,ainda estou tomando remedio de ansiedade. O psiquiatra só tirou o de dormi. Desde então vou na terapia uma vez na semana,minha psicologa é um amor. Ela me entende sabe. Tenho certeza que logo tudo volta ao normal. Aprendi que tudo nessa vida passa. Que nada é para sempre. Se vc precisar estou aqui ❤?

    Responder

  • Ei, todos os dias venho aqui ver se tem algo novo!
    Amo seus conteúdos e a forma tão bonita como o blog é apresentado, e puxa levei um susto!
    Mas compreendo, nossa geração 90′ tende a ter problemas emocionais assim como cada geração apresentou os seus problemas… Só acredite com todas as forças que vai passar!

    Se ajudar, procura a leitura ” Ansiedade – Como enfrentar o mal do século” do Augusto Cury! Eu estou lendo também e é simplesmente incrível!

    Melhoras Jeh, tudo vai ficar bem! <3

    Responder

  • Linda, não fica assim. Não precisa se sentir mal pra falar da sua doença, porque é isso que é, uma doença como qualquer outra e ninguém escolhe ficar doente.
    Eu também achava que só tinha ansiedade, mas com as consultas na psiquiatra (já consulto há 7 anos) descobri que tenho transtorno esquizoafetivo, que é uma mistura de esquizofrenia com bipolaridade. Sei bem como é isso de ficar cheia de gás e inspirada e de repente perder toda a energia. Mas fica tranquila que com os medicamentos você vai melhorar ;)
    Parabéns pelo post. Fiz um vídeo falando sobre o meu transtorno e me senti bem mais leve e o apoio dos leitores foi incrível. Talvez você possa se aprofundar mais no assunto quando se sentir mais confortável porque isso pode ajudar muita gente que passa por algo parecido e nem imagina que alguém que seguem e admiram lida com algo assim.
    Beijos, flor!!! ❤️️

    Responder

  • Jess, muita força nessa batalha! Fico muito feliz que esteja procurando ajuda profissional, acho que o primeiro passo é o mais difícil e o mais importante: encarar essa fase como ela realmente é, uma doença, e tratá-la.
    Não te conheço pessoalmente (ainda, hein? Já quero você aqui em Brasília ou quem sabe eu vou por aí? *_*), mas já sei como você é forte e vai encarar de frente essa doença.
    Envio todas as energias positivas e toda luz pra você!! Muita força!!
    Beijos!!

    Responder

  • Oi Jéssica, tava sentindo falta de ver suas fotos/posts/vídeos.
    Com certeza tudo vai melhorar agora, dedique-se a cuidar de ti e aos poucos tua vida aqui e nas redes se ajeita. Tu tem um público sólido que torce por ti e te entende.
    Beijos e se cuida : )

    Responder

  • Oi Jess, no início toda psicoterapia é difícil mesmo, mexe em muitas coisas que geralmente queríamos esconder, negar e isso é um processo que nem sempre é consciente. Mas, é um processo de fundamental importância e vai te ajudar muito. Estou torcendo por você, espero que encontre logo um psicólogo que se identifique. Melhoras e saiba que vai ficar tudo bem. Força! Abraço.

    Responder

  • Jess, assisti o seu video maquia e fala e me identifiquei muito com o que você descreveu sobre ansiedade. Ver você procurando ajuda foi um bom incentivo, porque, mesmo sabendo que há algo de errado dentro de mim, tento me convencer que é TPM ou alguma frescura minha.
    Infelizmente minha cidade é muito muito pequena, e não há psiquiatras e há somente um psicólogo, que além de cobrar bem caro, não me passa a confiança que preciso. Te admiro por publicar, pois quando eu começo a expor verbalmente o que sinto, as lagrimas ja caem e sinto vergonha!
    Ainda não sei o que vou fazer, mas fico feliz por você dar este grande passo rumo à sua felicidade. Tirar esse turbilhão de emoções, esse frio na barriga e as preocupações exageradas e viver normalmente devr ser libertador.
    Tudo vai dar certo, estou te acompanhando por aqui. Beijos e obrigada por compartilhar!

    Responder

  • Jess, eu me vejo em você. Ultimamente minha ansiedade que já estava praticamente curada veio me atormentar, eu estou me sentindo muito mal e não consigo produzir nada. Eu espero que essa fase passe depois de visitar o médico e espero que você melhore. Eu fiz tratamento com uma psicanalista e consegui superar todo esse transtorno à base da conversa, mas cada caso é um caso. Eu me senti melhor com as sessões e espero que você também se sinta bem, porque estamos aqui torcendo por você.

    Responder

  • Jess, já falei pelo Twitter e falo por aqui de novo? força! eu confio muito em você e sei que vai dar tudo certo. força e, sempre que você precisar, saiba que tem alguém por aqui quando você quiser conversar <3

    Responder

  • Jess, apesar de sermos pessoas diferentes e experienciamos cada situação de forma diferente, eu consigo entender um pouco sobre o que você está passando. Então eu ó tenho uma coisa a dizer, não desista, não pare de fazer a menor coisa que seja mas que te faça bem. Você é linda, talentosa e os conteúdos que você compartilha com a gente são fantásticos.

    Leve o tempo que você precisar para se sentir bem novamente, e quando você voltar 100% estaremos aqui para te acompanhar!!
    Beijo Beijo! ♥

    Responder

  • Hey Jess, é assim mesmo no começo com os remédios. O corpo estranha, mas acredite, um tratamento com remédio no início é fundamental pro corpo voltar ao equilibrio e você poder tratar a cabeça sem os sintomas do corpo. Com os medicamentos os meus ataques de pânico diminuíram muito e aí eu pude destrinchar com uma psicologa o que estava me fazendo mal de verdade e a partir daí encontrar soluções pra enfrentar essas situações da vida que me causam mal. Como você falou no post, encontrar profissionais em quem vc confia é fundamental! Tive sorte de encontrar uma psicologa boa logo na segunda tentativa, com o psiquiatra não foi a mesma historia… Você é uma fofa, tenho certeza que vai ficar boa logo! Beijão!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.